Reciclagem de plástico não acabará com contaminação marinha, diz ONG

Reciclagem de plástico não acabará com contaminação marinha, diz ONG
Fonte: Saneamento Básico
A organização de conservação marinha Oceana pediu neste domingo aos países e empresas que participarão da conferência “Nosso Oceano” que começa amanhã na Indonésia a se comprometerem a reduzir a produção de plástico e buscar alternativas, já que descarta a reciclagem como solução.
O diretor-executivo da Oceana, Andrew Sharpless, exigiu ao setor privado que utilize outros materiais “que não duram mil anos e são tóxicos”, durante uma entrevista coletiva prévia à cúpula cuja presente edição será realizada na ilha indonésia de Bali.

“Se apenas prometem (os países e as companhias) fazer embalagens recicláveis ou incentivar a reciclagem, não estão fazendo o que devem de fazer”, indicou Sharpless à Agência Efe ao término do comparecimento diante da imprensa.

Segundo o conservacionista, a produção de plástico cresce em nível global uma média de 4% a cada ano, por isso que “duplicará nos próximos 10 ou 15 anos”.

A ONU estima que a cada ano cerca de 8 toneladas de plástico vão parar nos oceanos, e que em muitos casos este material é ingerido pelos animais marítimos. Posteriormente, estes animais farão parte da uma cadeia alimentícia dos humanos.

Descarte de plástico
A Indonésia, o quarto país mais populoso do mundo, se situa depois da China como a segunda nação que mais plástico descarta no oceano, segundo um estudo publicado em 2015 pela revista “Science”.

…continue a ler aqui

Os comentários estão encerrados.