Materiais ecológicos começam a substituir o plástico no comércio do DF

Materiais ecológicos começam a substituir o plástico no comércio do DF
Fonte: Correio Braziliense
Das 400 toneladas de descartáveis retiradas a cada dia das ruas do DF, apenas 15% são reciclados. Incentivados por campanhas on-line, restaurantes, bares e lanchonetes da cidade substituem esses produtos, mas custo alto ainda é um obstáculo

Práticos e baratos, os descartáveis conseguiram um espaço na rotina que muitas vezes passa despercebido. Seja no cafezinho rápido durante o trabalho ou o canudo do refrigerante do almoço, os materiais estão sempre presentes. O resultado disso são mais de 400 toneladas de plástico retiradas por dia das ruas do DF pelo Serviço de Limpeza Urbana (SLU). O tempo de uso é, em média, 60 segundos, mas o prazo que eles ficam no planeta até se decompor supera 400 anos.

O maior problema é a dificuldade de dar um destino correto aos materiais. No DF, só 15% de todo o plástico recolhido pelo SLU é reciclado, devido ao baixo preço de mercado. Enquanto a tonelada de alumínio custa R$ 2,5 mil e o de garrafas PETS, R$ 1,2 mil, o mesmo peso de descartáveis sai por cerca de R$ 350.

Hoje, o plástico representa de 60% a 80% de todo o lixo oceânico, de acordo com a Organização das Nações Unidas (ONU). Estudo divulgado durante o Fórum Econômico Mundial de Davos mostra que, até 2050, existirá mais plásticos nos oceanos do que peixes.

Continua depois da publicidade

O problema pode parecer distante do Planalto Central, mas, desde 2011, programas de limpeza do Lago Paranoá realizados pelo governo e pela iniciativa privada retiraram mais de 38 toneladas de lixo do principal corpo d’água do DF. Cerca da metade são plásticos.

Além disso, rodovias acumulam lixos jogados por motoristas. Muitas dessas estão localizadas próximas a córregos e nascentes que fornecem água não só para reservatórios de Brasília, mas de todo o país. O cenário atual e o ativismo de ambientalistas vêm fazendo com que o comércio passe por reestruturação, para um formato em que os descartáveis não terão mais vez.

continue a ler aqui

Os comentários estão encerrados.