Islândia retorna às embalagens plásticas após queda nas vendas – BI 20/08/2019

Islândia retorna às embalagens plásticas após queda nas vendas
Boletim do Instituto IDEAIS – BI 20/08/2019
Fonte: BritishPlastics
Tradução livre

De acordo com o Metro, Richard Walker, diretor administrativo da Iceland, admitiu que o grupo ainda tem uma “montanha para escalar” em sua promessa de ser livre de plástico depois que dois testes-chave falharam.

Depois que a substituição por papel não correspondeu às expectativas, o supermercado teve que reintroduzir as embalagens plásticas em suas bananas neste verão, o que equivale a 10 milhões de sacolas plásticas por ano.

Em maio, após 3 meses, a Iceland também descartou um teste de verduras sem plástico, que estava sendo experimentado em Liverpool, após uma queda de 20% nas vendas, enquanto produtos sem embalagens e embalagens alternativas não conseguiram adesão dos compradores locais.

O Metro informou que Walker disse que não desistiu das alternativas malogradas.

A partir de 24 de julho, a Iceland estará lançando seus mais recentes esforços com novas embalagens de banana sem plástico, com um teste em 20 lojas.

A cadeia de supermercados também está planejando uma nova iniciativa de verduras sem plástico, que será lançada em mais de 30 lojas no final deste ano, que será focada em produtos pré-embalados, em vez de itens soltos, em resposta ao feedback dos cientes após o fracassado teste.

Walker admitiu que os esforços iniciais do grupo para substituir as embalagens plásticas nas bananas acabaram causando até 20 por cento de encolhimento da fruta, e elas quebrariam ou estragariam.

Ele disse ao Metro: “Tudo isso é parte do processo – temos que continuar experimentando. É bom estar na frente e aberto para os desafios. ”

“Ainda temos uma montanha para escalar – e ainda estamos sozinhos. Nenhum outro supermercado está seguindo nossa liderança. ”
Veja o original em inglês aqui

Os comentários estão encerrados.