E se fôssemos nós as vítimas do plástico nos oceanos? – BI 30/07/2019

E se fôssemos nós as vítimas do plástico nos oceanos? – BI 30/07/2019
Fonte: publico.pt
O projecto CH2=CH2, do fotógrafo Rúben Caeiro, tem por base uma premissa simples: “E se, em vez de animais marinhos, fôssemos nós, os seres humanos, a sofrer na pele, no corpo, os danos que resultam do contacto com o plástico?”

Rúben recorda a imagem de uma tartaruga, que o marcou. “Ela estava deformada porque tinha um anel de plástico em torno do dorso”, refere, em entrevista ao P3. Transferir essa deformação para o corpo humano foi o objectivo do estudante algarvio de 23 anos. “Não nos deixemos enganar: o plástico que está espalhado pelos oceanos não é, exclusivamente, um problema da fauna marítima.

Os microplásticos já se tornaram, infelizmente, parte da nossa dieta e isso trará, mais cedo ou mais tarde, consequências cada vez mais graves para a saúde humana.”

Foi em Berlim, ao abrigo do programa Erasmus+, que Rúben desenvolveu a série de 50 retratos do projecto que estará patente, até ao final de Julho, na Escola de Tecnologias Inovação e Criação (ETIC), em Faro.

“A intenção do projecto é alertar para este problema e para a necessidade urgente de reflectirmos e tomarmos uma atitude. Eu já abandonei, em parte, o uso do plástico na minha vida, assim como as pessoas que estão em meu redor.” E tu? Quanto tempo irá passar até tomares uma atitude?

Leia aqui

Os comentários estão encerrados.