Coalizão Contra a Poluição Plástica

Plásticos comuns, inclusive os verdes derivados do Etanol da cana-de-açúcar não são biodegradáveis. Tanto os derivados do gás natural, como os do petróleo ou do Etanol permanecem décadas no meio ambiente quando viram lixo plástico. Estes plásticos quando degradam por ação da luz, calor ou estresse do material viram os perigosos microplásticos ( ou pó de plástico ) que já estão presentes nos nossos alimentos e na água que bebemos, com consequências nefastas para a saúde de todos.

Coalizão Contra a Poluição Plástica

Embalagens plásticas ditas verdes poluem e geram microplástico quando viram lixo. São plásticos poluentes e que matam como lixo da mesma forma que as embalagens plásticas comuns.
A Coalizão Contra a Poluição Plástica combate o desperdício e o descarte incorreto, promove a redução e reuso, a reciclagem e a adoção de embalagens plásticas biodegradáveis e recicláveis fabricadas com aditivos certificados pela ABNT em conformidade com a norma PE-308.01.

Somente 9% de todos os plásticos já produzidos foram reciclados. O resto virou lixo e grande parte está poluindo nossos oceanos, matando a vida selvagem e colocando em risco a sobrevivência humana no planeta.
Fraudes em plásticos biodegradáveis aumentam ainda mais os enormes problemas causados pelo descarte incorreto de embalagens plásticas no meio ambiente.
Continuando esta situação devastadora, até 2025 teremos mais plásticos do que peixes nos oceanos.
Apoie também estas causas e ajude a combater o lixo plástico. Participe da CCPP e do movimento NÃO AO MICROPLÁSTICO.
A reciclagem nunca poderá resolver todo o problema do lixo plástico abandonado.
Embalagens de plástico verde não resolvem o problema da morte da vida selvagem nem da poluição.
Todos os plásticos não biodegradáveis poluem tudo ao nosso redor, matam e produzem microplásticos.
Apoiadores Participantes

Fundação Verde – FUNVERDE
Instituto FUNVERDE
OPA – The Oxobiodegradable Plastic Association
EcoSigma